Alcoólicos – Dependência do álcool

A pedra basilar do programa, a Terapia Sintónica, é formada por um conjunto de espaços terapêuticos, dos quais destacamos:

  • Grupos de Encontro Não Invasivos
  • Grupos Especiais
  • Grupos de Sexualidade
  • Pequenos Grupos
  • Terapia Familiar
  • Relaxamento Sintónico

Caracteristicas Técnicas

A – Modelo que visa preparar o residente para a abstinência e prevenção da recaída.

B – Dá informação aos residentes sobre programas de outro tipo, nomeadamente de consumo controlado, suas vantagens e desvantagens.

C – De tipo biopsicossocial, que permita integrar e harmonizar vários tipos complementares de intervenção.

D – Favorece a descoberta do que está para além do alcoolismo, através da utilização de técnicas que harmonizam o passado e o presente, com base na Terapia Sintónica, que promove mudança interna no sentido do crescimento individual e da abstinência de longa duração.

E – Visa melhorar o auto-conhecimento, através de uma reflexão em grupo sobre a história de vida e sobre o desempenho e eventuais repetições no aqui e agora da Comunidade.

F  – Dadas as limitações do tempo de internamento, visa fomentar as articulações inter-institucionais que garantam a continuidade do projecto terapêutico.

G – Estimula a cooperação entre os residentes e destes com a equipa terapêutica, através da organização hierárquica rotativa dos residentes e da adopção por estes de diferentes posições de poder em ambiente terapêutico democrático.

Descrição do Programa Específico:

A – Intervenção psiquiátrica, aos dois níveis referidos anteriormente.

B – Trabalho intensivo com o residente, no sentido de fixar os objectivos da mudança pessoal a efectuar durante a estadia, consubstanciados num projecto assente na tomada de consciência das suas necessidades de evolução individual.

C – Prevenção da recaída, trabalhada em pequeno grupo.

D – Motivação do residente, no sentido da possível administração, posterior à estadia na comunidade da medicação de tipo antagonista.

E – Terapia Familiar e/ou de casal, disponibilizada para os casos em que hajam indicação terapêutica e adesão do próprio.

F – Ao residente, é dada informação específica sobre os vários tipos de “alcoolismo” e as suas consequências para a sua saúde física e mental, através de seminários temáticos preparados pela equipa ou por residentes “mais velhos”.

G – Informação sobre “redução de riscos e minimização de danos” relativamente ao álcool, é fornecida aos residentes.